OPEP desvaloriza saída de Angola

As autoridades angolanas anunciaram a decisão de abandonar a OPEP a 21 de Dezembro do ano passado, argumentando que, nos dias que correm, o país  “não ganha nada”, mantendo-se no cartel. “Esta não foi uma decisão tomada de ânimo leve. Nós, nos últimos seis anos, temos sido bastante activos na organização e assim chegou o momento, porque o nosso papel na organização não era relevante”, justificou na altura o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo.

Angola passou a fazer parte da OPEP em 2007, depois de o Governo ter anunciado a decisão em finais de 2006. Na altura, justificou a decisão com o “crescente protagonismo” do país no domínio petrolífero internacional, com uma produção então de 1,4 milhões de barris/dia, números que evoluíriam rapidamente pars os dois milhões de barris/dia no ano seguinte.

 

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x