PCA da Unitel culpa oscilações na rede com pressão e falta de divisas

A pressão registada na rede e a redução de divisas para a compra de equipamentos no estrangeiro são apontadas como factores que estão na base das constantes oscilações no sistema de comunicações da operadora de telefonia móvel Unitel.

A afirmação é do Presidente do Conselho de Administração (PCA) da empresa, Aguinaldo Jaime, que falava à imprensa no final de uma vista de constatação dos deputados da comissão de Saúde, Educação, Ensino Superior e Tecnologia.

O responsável referiu que o facto de Luanda ser o maior centro de consumidores, tem interferido significativamente na estabilidade da rede. Segundo o responsável, a operadora debate-se, igualmente, com a redução de divisas, factor que dificulta a implementação de investimentos em equipamentos, tendo em conta que 80 por cento dos mesmos são adquiridos em moeda estrangeira.

Explica que com a depreciação acentuada da moeda nacional, a empresa vê diminuída a sua capacidade de fazer novos investimentos em tecnologia de ponta, que exige actualização permanente.

Aguinaldo Jaime aponta ainda dificuldades de acesso em algumas áreas recônditas do país, por falta de estradas, assim como a existência de terreno acidentado. “A vandalização de algumas infra-estruturas da empresa, por parte de alguns cidadãos irresponsáveis e inconscientes sobre o papel importantíssimo que as telecomunicações desempenham na vida económica e social do país, tem afectado o seu funcionamento”, refere.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x