UNITA abandona definitivamente a CIVICOP

A UNITA anunciou esta quinta-feira, 21, “cessação definitiva” da sua presença na Comissão de Reconciliação em Memória das Vítimas dos Conflitos Políticos (CIVICOP), alegando violação de princípios por parte do Executivo, pela qual foi criada.

“A UNITA vem por este meio declarar ao povo angolano e perante a opinião pública nacional e internacional, que decidiu cessar a sua presença na Comissão de Reconciliação em Memória das Vítimas dos Conflitos Políticos (CIVICOP)”, anunciou o presidente do partido, Adalberto Costa Júnior, durante uma conferência de imprensa.

“O nosso partido declina a sua participação neste organismo, por ele permanecer refém dos interesses espúrios do regime, como temos observado em diversos eventos e situações ocorridos ultimamente, não servindo assim para os fins que presidiram a sua criação: os da reconciliação nacional e da pacificação dos espíritos em Angola”, acrescentou.

Segundo o líder do principal partido da oposição, a UNITA tomou tal decisão porque o Governo “vem sistematicamente violando os princípios pelos quais a CIVICOP foi criada”.

De acordo com o presidente da UNITA, elementos ligados à segurança do Estado “assaltaram” a comissão, criando “um verdeiro clima” que não ajuda a reconciliação nacional em curso no País.

A UNITA considera ainda que “o partido no poder utiliza a CIVICOP para estimular o ódio, com informações que minam a reconciliação nacional”.

Criada por decreto presidencial em Abril de 2019, a CIVICOP tem por missão elaborar um plano geral de homenagem às vítimas dos conflitos políticos ocorridos nesse período, sendo uma iniciativa do Presidente da República, João Lourenço, no âmbito do processo de reconciliação entre os angolanos.”

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x