Mais de 300 passageiros da TAAG abandonados em Joanesburgo há três dias

Mais de 300 passageiros da companhia angolana TAAG, que deviam viajar de Joanesburgo, na África do Sul, para Luanda, no passado Sábado, 21, continuam até hoje, segunda-feira,23, à espera de avião para regressarem a Luanda. A TAAG tem como “previsão” que os passageiros regressem esta segunda-feira, perto das 17:00, à capital angolana.

Os passageiros, a partir de Joanesburgo, descrevem a situação como “acto de abandono” porque, segundo contam, não tiveram até agora informação real de quando é que sairão da África do Sul para Luanda.

Os passageiros dizem que o voo DT 578 da TAAG, com mais de 300 passageiros a bordo, foi abortado por volta das 16:00 de Sábado, e depois remarcado para as às 01:00 de Domingo, mas nada aconteceu depois,

Os passageiros foram enviados para uma unidade hoteleira que fica a cinco minutos do aeroporto de Joanesburgo, horas depois. Postos no hotel, não houve lugar para todos e a TAAG não lhes deu nenhuma informação.

“Mais de 150 pessoas tiveram que voltar para o aeroporto e daí a TAAG indicou um hotel que fica a 12 minuto do aeroporto. Isto às 16:00, às 18:00, jantamos e às 22:00 fomos informados pela recepção do hotel que devíamos voltar para o aeroporto outra vez”, descrevem os visados.

Por volta da meia-noite de Domingo, continuam, apareceram alguns comissários de bordo que não souberam informar as razões da demora para o embarque.

“Uma hora depois veio uma senhora informar-nos de que a demora se devia a um pneu furado no avião. Às 03:00 disseram-nos que o voo foi adiado e as 04:00, saímos do aeroporto para o hotel onde estamos até agora sem informação”, explicam.

Há entre os passageiros muitos cidadãos de outras nacionalidades que apenas iriam fazer escala em Luanda com destino para outros países. Um cidadão português contou que apenas escalaria Luanda no Sábado com destino a Lisboa no Domingo e quer saber quem irá pagar o voo que perdeu.

“Será que a TAAG vai ressarcir os passageiros estrangeiros por essa demora e perda?”, questiona o cidadão que preferiu não ser identificado.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x