Polícia deu negócio das matriculas à três empresas ilegais

Entre as quatro empresas aprovadas pela DTSER para o negócio das novas chapas de matrículas, apenas uma tem material com os requisitos exigidos pela Lei. Polícia ameaça retirar licença às empresas aplicadoras caso se confirmem irregularidades.

Apenas uma das quatro empresas licenciadas pela Direcção de Trânsito e Segurança Rodoviária (DTSER) para o fornecimento de matéria-prima para a fabricação das novas chapas de matrículas tem o material que cumpre com os requisitos exigidos por lei.

A informação foi avançada pela própria Polícia Nacional (PN) quando questionada sobre as razões de o processo estar apenas a funcionar com uma empresa fornecedora.

Sem avançar detalhes, o director-adjunto do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa (GCII) da PN, subcomissário Mateus Rodrigues, explica que as outras três, no caso, a Liftrent, Tecnafrica e Globaso, enquanto não se adequarem às exigências, não poderão exercer livremente a actividade para a qual foram licenciadas.

O responsável não detalha, no entanto, o prazo estipulado a estas organizações para se ajustarem.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x