Ministra para a Pobreza da Nigéria afastada por alegado desvio de dinheiro público

A ministra dos Assuntos Humanitários e do Alívio à Pobreza da Nigéria, Betta Edu, foi afastada do cargo, esta segunda-feira, após ter sido acusada de desviar mais de 585 milhões de nairas (cerca de 603 mil euros) de dinheiro público para uma conta bancária pessoal.

Segundo a BBC, o presidente na Nigéria, Bola Tinubu, decidiu suspender a ministra na sequência da indignação pública sobre o escândalo.

De acordo com Ajuri Ngelale, porta-voz da presidência da Nigéria, a suspensão tem efeitos imediatos e foi ainda pedida uma “investigação exaustiva” ao caso.

“O presidente dá ainda instruções ao presidente-executivo da Comissão de Crimes Económicos e Financeiros (EFCC) para que proceda a uma investigação exaustiva de todos os aspectos das transacções financeiras que envolvem o Ministério dos Assuntos Humanitários e do Alívio da Pobreza, bem como uma ou mais agências do mesmo”, afirmou Ngelale.

Em causa, segundo a BBC, está uma transferência de 585,2 milhões de nairas, ordenada por Edu, para a conta bancária pessoal de um funcionário público, que é o contabilista responsável pelos subsídios aos nigerianos vulneráveis.

O gabinete da ministra rejeitou qualquer irregularidade e defendeu que Edu aprovou a transferência para uma conta pessoal, que se destinava à “implementação de subvenções a grupos vulneráveis.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x