Técnico do 1.° de Agosto diz haver forças estranhas contra eles

O técnico principal do 1º. de Agosto, Filipe Zanza, diz haver forças estranhas a comandar a equipa que empatou, em casa, a um golo diante do Willite de Benguela na inauguração do campo França Ndalu.

“O resultado não estava na nossa previsão, queríamos inaugurar o nosso estádio com uma vitória porque a equipa jogou para ganhar, todo mundo viu”, lamenta.

Avança que não tira mérito do Wiliete, mas entende que tiveram mais oportunidades para marcar golo, e que fizeram tudo para ganhar a partida. “Mas o que está acontecer connosco nestes últimos jogos,no Lubango e aqui, é sempre assim, é difícil para nós jogar nesta situação que os árbitros estão a criar para nós”, refere.

Denuncia, por outro lado, o comportamento da arbitragem e teme que pode fazer suspender o campo e serem obrigados a pagar multa, “mas quem está a criar são os árbitros e nós é que pagamos”, denuncia. Adiantando “Trabalhamos durante a semana para melhorarmos a nossa classificação, mas é difícil, tem forças extras que fazem com que não ganhamos jogos”, afirma.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
0 0 votes
Classificação da Postagem
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x