Primeiro Ministro de Portugal se demite e diz não saber porque está a ser investigado

António Costa apresentou a demissão por entender que função de primeiro-ministro não é compatível com a instauração de um processo-crime contra si próprio. Foi apanhado de surpresa, diz desconhecer o processo de qual é alvo (soube por uma nota do gabinete de comunicação da PGR) e diz que, em consciência, não agiu de forma ilícita ou censurável. O Presidente da República já aceitou a demissão, mas ainda não disse o que fará a seguir.

Saiba Mais
Top
WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE